+54 0341 4802275 / 4802121

São Bernardo do Campo (Brasil) : uma Cidade Escola!

Atualmente, a escola não é capaz de assumir sozinha a educação integral e seus vários conceitos. Há que se tomar medidas ousadas para sanar as lacunas existentes nesse campo. Sendo assim, tem sido debatida, universalmente, a idéia de transformar as cidades em “campus” educativos, nos quais a participação coletiva gera resultados altamente positivos.

Uma proposta é a Cidade Educadora, que desde 1990 conta com uma Carta de Princípios que aborda os principais aspectos que devem ser observados para que a cidade se torne, de fato, um território onde os habitantes usufruam das mesmas possibilidades de formação.

Para uma cidade educadora, a responsabilidade de ensinar e aprender não é somente da escola formal, mas sim de toda a comunidade. As modalidades de educação formal, não-formal, bem como as várias manifestações culturais e fontes de informação, que compõem o município, devem ser incluídas nesse processo.

Nessa abordagem, trabalha-se com a concepção de uma educação integral, cujo principal objetivo é o direito de todos desfrutarem igualitariamente das oportunidades de formação e de desenvolvimento pessoal oferecidas nos diversos espaços.

Para o alcance desse objetivo pressupõe-se a participação individual dos habitantes da cidade, como também das associações por eles formadas, cabendo ao Poder Público cumprir o seu papel de apoio por meio de determinações legais e estabelecimento de políticas públicas que reforcem essas iniciativas. São Bernardo do Campo sente, neste momento, a necessidade extrema de criar novos mecanismos com vistas à melhoria da qualidade de vida de seus habitantes, sustentabilidade do município e perspectiva de um futuro com mais oportunidades para todos.

A cidade, o meio urbano, dispõe por si só de inúmeras possibilidades de aprendizagem em seus espaços como ruas, parques, praças, shoppings, centros culturais e outros. Contudo, o objetivo da Prefeitura de São Bernardo do Campo como Cidade Educadora é que nosso município seja intencionalmente educador; que todas as ações das mais diversas áreas (saúde, educação, finanças, turismo, esportes, cultura, social, habitação e meio ambiente) quer sejam do poder público, da iniciativa privada ou de instituições não governamentais, tenham um viés educativo. É como transformar a cidade em uma escola a céu aberto, sem muros ou paredes, unindo a educação formal (que ocorre dentro da escola) e a não-formal (que ocorre fora do ambiente escolar).

Com isso se pretende, como objetivo principal, formar cidadãos conhecedores de seus direitos e obrigações para com a sociedade que, a partir do conhecimento e identificação da sua própria cidade, iniciem uma ação participativa e transformadora, tornando-se também um agente intencionalmente educativo naquilo que faz.

Para o alcance dessas propostas, temos que implementar políticas públicas eficientes, planejar ações e construir espaços que estejam integrados entre si e que garantam uma sinergia entre tudo e todos envolvidos no processo.

São Bernardo do Campo (Brasil) : uma Cidade Escola!

Etiquetas

Categorías: 

Conocé más sobre la Asociación Internacional de Ciudades Educadoras Delegación para América Latina