+54 0341 4802275 / 4802121

Cidades Educadoras escolhem a nova coordenação no Brasil

Sorocaba recebeu nesta terça-feira (18), 10 das 14 cidades que integram a Rede Brasileira de Cidades Educadoras. Na pauta de discussões, além da escolha da nova coordenadora para o Brasil do programa, foi definida uma pauta de ações a serem desenvolvidas entre as cidades brasileiras, além da próxima cidade que receberá a exposição itinerante “Cidades Educadoras: Ações Locais, Valores Globais”.

Concorriam à função Santo André/SP e Vitória/ES. A escolha recaiu sobre Santo André que, imediatamente, passou a responder pela Rede. Após a eleição, os municípios criaram dois novos grupos de trabalho; um para regulamentar a Rede – formado por Sorocaba, Vitória, Santos e São Paulo, e outra para ampliar e sistematizar a Comunicação da instituição, formado por Santo André, Belo Horizonte, São Bernardo do Campo, Santiago, Vitória, Caxias do Sul e São Pedro. Além desse, e previsto na pauta de trabalhos, foi constituído o Grupo de Suporte de ações: Sorocaba, São Paulo, Beleo Horizonte, Caxias do Sul, Santiago, Vitória e São Bernardo do Campo a integram.

Aberto pela vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Edith Maria Di Giorgi, o evento contou com as presenças do secretário de Educação de Sorocaba, José Simões, Laura Ines Alfonso, diretora da Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE) para a América Latina, que veio da cidade de Rosario (Argentina) e representantes das cidades de Belo Horizonte (MG), Caxias do Sul e Santiago (RS), Itapetininga, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Pedro e São Paulo (SP) e Vitória (ES).

Falando em nome do prefeito Antonio Carlos Pannunzio, Edith Maria Di Giorgi, deu as boas vindas aos municípios visitantes, lembrando que acompanha de perto as ações que envolvem o conceito de Cidade Educadora, desde que Sorocaba aderiu ao programa. “Esse conceito trouxe mudanças, despertou muitas coisas positivas em Sorocaba. A administração atual trabalha para solidificar e avançar sempre mais, para termos uma cidade humana, que realmente educa no seu mais amplo aspecto”, afirmou a vice-prefeita.

Já o secretário de Educação, José Simões, agradecendo a presença dos representantes de cada município, elogiou o trabalho iniciado na administração passada, período no qual Sorocaba foi inserida no programa Cidade Educadora. “Além dos programas que já trabalhavam esse conceito na cidade, como as ciclovias, os parques, estamos inserindo novas ações como o Escola Viva. Sabemos da dificuldade que é uma cidade carregar esse adjetivo de educadora. Para Sorocaba, ser uma cidade educadora é muito mais que um compromisso, é uma missão”, afirmou.

Laura Ines Alfonso, destacou que o programa Cidade Educadora, foi lançado em 1990 em Barcelona, mas foi oficializado como programa em 1994 com a realização do primeiro encontro reunindo cidades de vários países. “Este ano celebramos os 20 anos do Cidade Educadora com conquistas e avanços importantes. E a participação da rede brasileira é muito valiosa nesse contexto, por todas as experiências que contribuem com o programa”, disse.

Além das cidades que estiveram em Sorocaba, a rede brasileira de Cidades Educadoras é integrada, também, por: Campo Novo do Parecis (MT), Jequié (BA), Porto Alegre e São Bernardo do Campo.

Cidades Educadoras escolhem a nova coordenação no Brasil

Etiquetas

Categorías: 

Conocé más sobre la Asociación Internacional de Ciudades Educadoras Delegación para América Latina